31/08/2009

janelar...

o fumo do cigarro percorre-me os dedos...
detenho-me a ouvir o som da cidade ao longe,
calma, sozinha num misto de mistério e melancolia.
bem lá no alto, brilha esta estrela,
senhora de todo o tempo...senhora de quem tudo já terá visto!
e esteve, está e estará com a sabedoria do todo...sempre!
"- Onde vais?" parece perguntar.
Tal como ela própria, vou caminhando...
"- Onde me levares! procurando o mesmo que tu...
um lugar para desfrutar tudo o que há a desfrutar", respondo.
Espero que a brisa lhe leva as minhas palavras,
tão breves como a sua existência
num tempo que nunca saberemos se a tempo...
quem sabe esse mesmo nos dê as respostas, ao seu tempo!

30/08/2009

reflexões I

"A descoberta consiste em ver o que já toda a gente viu e pensar o que ninguém pensou."

Albert von Szent-Gyorgyi

28/08/2009

05/08/2009

estaremos...

algures no tempo e no espaço estamos nós...
algures no amor e na dor estaremos sempre...
algures na luta e no suor, perderemos e ganharemos...
algures na mente dos outros seremos semente
ou tão somente, o presente.
algures no tempo e no espaço correremos sós…
porque mesmo sós estaremos juntos,
pois somos como anjos com uma só asa,
só voaremos em cumplicidade.
algures na luz e no escuro estarão os amigos
e com eles o regresso, ao tempo e ao espaço,
que por muito que possa doer, lá estaremos nós…

02/08/2009

walking on my own...

...looking for a place to be...

"No one knows what it's like
To be the bad man
To be the sad man
..." (The Who)